Rubia Divino lança seu primeiro disco de estúdio, “Transborda”

Depois de abrir os caminhos para uma nova fase com o clipe do single Áries, divulgado em setembro, Rubia Divino acaba de lançar “Transborda”, seu primeiro disco de estúdio. Ele já pode ser escutado em todas as plataformas de streaming.

“Transborda” nasceu de um processo de reconhecimento e de busca pelo pertencimento. Essa auto-investigação é traduzida nas composições das dez faixas do álbum, que  foi coproduzido por Érica Silva (Mulamba, Dandara Manoela) e Lilian Nakahodo.

“Tudo que envolve a concepção desse trabalho vem da minha investigação sobre a cura. Foi por meio dela que construí essa narrativa sobre como entender e dimensionar um legado, ancorada ao sagrado e à memória”, explica a cantora.

A capa do álbum é uma obra da artista plástica Elisa Riemer, que já assinou a capa de “Estilhaça”, da banda Lettuce. Ela também co-dirigiu o clipe de ’Estrago’, do mais recente trabalho da cantora Letrux.

“Transborda” está sendo lançado pelo selo Colmeia22 e foi viabilizado pelo Prêmio Aniceto Matti, da Secretaria Municipal de Cultura (Semuc) de Maringá (PR). “O objetivo desse lançamento é celebrar a música preta brasileira, com uma obra que marca meus 12 anos de estrada” — comemora a artista e produtora cultural, que vem se destacando no meio artístico paranaense pela potência vocal e militância.

“Entendo que isso é importante não somente para ocupar espaços, mas também para ajudar a abrir caminhos para as gerações que vêm depois de nós.”, finaliza.

Na gravação do disco, acompanharam a cantora os músicos Caio Emílio (percussão), Lilian Nakahodo (piano/teclado), Luca Ramos (guitarra), Lucas Trabuco (contrabaixo) e Rhuan Rodrigues (bateria).

Sem mais artigos