Foo Fighters e Queens of The Stone Age em SP

(Foto: Marta Ayora) Foo Fighters e Queens of The Stone Age

Nesta terça, 27, Guilherme e Lígia, namorados e fãs de Foo Fighters, entraram no Allianz Parque, em São Paulo, de um jeito e saíram de outro. Durante o primeiro show que banda fez na capital paulista, os dois subiram ao palco em certo momento da apresentação e o rapaz a pediu em casamento, diante de 40 mil testemunhas que lotaram o estádio. A resposta não poderia ser diferente e saíram noivos do local.

Dave Grohl, fanfarrão como é, aproveitou o momento de clima ‘matrimonial’ para apresentar os integrantes da banda os chamando de ‘my husbands (meus maridos)’, enquanto tocavam alguns covers para matar o tempo de uma apresentação de 2h30 de duração. Under My Wheels (Alice Cooper), Under Pressure (Queen), Blitzkrieg Bop (Ramones), Miss You (Rolling Stones) e Another One Bites the Dust (Queen) foram executadas.

O show do Foo Fighters continua sendo um dos mais competentes, potentes e animados do rock atual, com Grohl à frente, correndo, berrando sem parar e disparando alguns dos maiores hits de rádios de rock criados nas últimas duas décadas: Best of You, Learn to Fly, All My Life, The Pretender, Breakout, Monkey Wrench, This Is a Call, Times Like These, My Hero e Everlong que encerrou a noite de forma apoteótica.

Ainda tiveram canções do recente e criticado álbum Concrete & Gold, lançado em 2017, como Run que abriu o show, The Sky Is a Neighborhood, Dirty Water e Sunday Rain. O grupo deixou de tocar o cover de Let There Be Rock, do AC/DC, que estava presente no setlist e incluiu de surpresa a baladinha e divertida Big Me, do primeiro álbum homônimo, de 1995.

Para quem já viu o Foo Fighters ao vivo antes, pouca coisa mudou: continua sendo um grande show de arena. E assim foi no Allianz. Já para Guilherme e Lígia, serviu de palco para um momento especial. Será que Dave Grohl será convidado para padrinho do casamento? Queremos.

Queens of The Stone Age

O Queens of The Stone Age, banda do gigante ruivo Josh Homme tocou antes do Foo Fighters, mas algo não parecia certo. Talvez pela escolha errada do setlist que incluiu várias músicas do fraquíssimo álbum Villains, de 2017, e deixou hits como Feel Good Hit of The Summer e The Lost Art of Keeping a Secret de fora. Ou pelo fato de que agora o vocalista é visto com outros olhos após ter chutado a câmera de uma fotógrafa no KROQ Almost Acoustic Christmas 2017, na Califórnia. Ato desnecessário que custou caro para o músico. O encanto teria acabado?

Quem iniciou a noite foram os brasileiros do Ego Kill Talent, que estão acompanhando o Foo Fighters e Queens of The Stone Age no Brasil com apresentações elogiadíssimas. Confira fotos:

Foo Fighters e Queens of The Stone Age em SP

Show do Foo Fighters em São Paulo tem até pedido de casamento

Sem mais artigos