O funcionário que vazou o vídeo com o ataque de Solange a Beyoncé foi demitido pelo Standard Hotel. O estabelecimento, segundo a Associated Press, o desligou por “infringir as políticas de segurança do hotel e a confidencialidade das câmeras de segurança.

O TMZ, que mostrou o vídeo primeiro, supostamente pagou US$ 250 mil pelo vídeo. O hotel não divulgou a identidade do agora ex-funcionário.

Segundo o US Weekly, a pessoa que vazou o vídeo filmou com as imagens com a câmera do celular.

Sem mais artigos