Integrantes do Stone Temple
Pilots
estão processando o ex-vocalista e fundador da banda,  Scott Weiland, em milhões de
dólares. As informações são do TMZ.

A banda alega que Weiland “sabotou” a turnê de vigésimo
aniversário atrasando-se cronicamente para os shows e perdendo ações
promocionais. A banda ainda adiciona no processo que o vocalista não se
comunicava com os outros integrantes.

Weiland foi demitido por eles em fevereiro, mas eles pedem
reparação pelos supostos prejuízos. Os músicos dizem que o vocalista ainda
tentou sabotar o recente lançamento do grupo soltando seu novo single ao mesmo
tempo e que ele tinha o tempo todo um plano de alavancar a sua carreira solo e
colher toda a glória do grupo “sequestrando” a turnê.

Sem mais artigos