Em uma das salas do famoso estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, o guitarrista Gui Schwab toca dobro, um violão semi-acústico com corpo de metal. Na outra, o baterista Pompeo Pelosi e o produtor Christiaan Oyens gravam as baterias e percussões. Esses são alguns dos muitos momentos registrados no 3º capítulo do Diário de Gravação do novo álbum do grupo carioca Suricato. 

Intitulado de Sol-te, o trabalho será lançado em 27 de outubro e vem para suceder Pra Sempre Primavera, de 2012. Com a intenção de proporcionar aos fãs a oportunidade de ver a banda gravando as músicas, cada passo dado dentro do estúdio foi filmado e inserido nos diários. Até a captação do som de um sino e uma chaleira foi registrado. Nesse episódio também podemos ver um instrumento exótico de origem australiana em ação: o didgeridoo. 

      

 A contagem regressiva para Sol-te já começou. Mas enquanto o álbum não chega, assista ao Diário de Gravação para ir se aquecendo: 

Suricato – Diário de gravação #3

 

 

Sem mais artigos