Conhecido por explorar a sensualidade em suas letras e coreografias, o cantor Naldo Benny, do sucesso Amor de Chocolate, também tem um lado religioso, que vem de família. E, em entrevista ao jornal Extra, publicada neste domingo (14), ele admitiu que sua fé poderá levá-lo a se tornar um pregador.  

“Se amanhã eu não quiser mais cantar e for me dedicar à igreja, como meu pai, minha mãe, minha irmã e meu cunhado, pode ser que aconteça. Tenho muita vontade de ser pastor. O dom da palavra é um lance que necessita de estudo, mas acho bom falar de Deus através da música”, afirmou o músico.

Naldo.jpg

Ele também falou sobre a contradição entre fé e sensualidade. “Sou sexual por natureza, é meu jeito de ser. Herdei a religiosidade dos meus pais e tenho amigos que são pastores. Fora a minha mãe, que pediu pra eu mudar um pouquinho alguns versos, eles não me recriminam, não. Sabem que é o meu trabalho, que estou conseguindo o meu sustento com o suor do meu rosto. Isso é bíblico, isso é de Deus. Minha crença é o Evangelho”, afirmou.

Naldo revelou ainda que compõe músicas gospel e que isso faz  bem para ele. “Não puxo para o lado da religião, porque cada um tem a sua, mas é sempre bom valorizar a família. Música é algo mágico. Uma vez, estava conversando com o Herbert Vianna, dizendo que, sem querer, ele contou minha história com Alagados. Emocionante…”, comentou.

O músico Naldo gravou no último dia 3 o DVD e CD Multishow Ao Vivo – Naldo Benny no Credicard Hall, em São Paulo.

Sem mais artigos