No dia 05 de abril de 1994, o cantor Kurt Cobain, aos 27 anos, foi encontrado morto em sua casa em Seattle, nos Estados Unidos. Relatórios policiais concluíram que ele tirou a própria vida com um disparo na cabeça. Mas, 25 anos após o suicídio do vocalista do Nirvana, as teorias da conspiração que sempre rondaram a morte do astro voltam a surgir.

O site The Sun compilou uma delas, a suposição de que Cobain não seja o autor da carta encontrada na casa após a morte.

A advogada do cantor na época desconfiava da autoria da carta deixada por ele. Rosemary Carroll e o investigador Tom Grant afirmam no documentário ‘Soaked in Bleach’ que as quatro últimas frases do documento não foram escritas por Cobain. Na série ‘Unexplained Mysteries’, Reginald Alton, especialista em caligrafia, diz também que acredita que há um segundo tipo de letra no papel.

Sem mais artigos