A cantora Lindsay Lohan concluiu nessa quinta-feira (29) seu período de liberdade condicional de quase cinco anos, após suas detenções por dirigir embriagada e diversas internações em clínicas de desentoxicação.

“Lindsay encerra um capítulo de sua vida e se prepara para o próximo”, disse seu representante Steve Honig.

A juíza Stéphanie Sautner disse que a jovem não tem mais nenhuma pendência com as autoridades americanas. “Ela fez tudo o que a Justiça pediu”, publicou nesta quinta-feira a revista People.

Desde novembro, Lindsay, que passou pelo menos cinco vezes pela prisão, realizou mais de 50 dias de trabalho comunitário no necrotério do condado de Los Angeles e mais 18 sessões de tratamento.

Segundo a publicação, a juíza disse à atriz que ela “precisa viver a vida de forma mais madura, deixar as boates e se centrar em seu trabalho”, além de ter decretado que não queria vê-la novamente no tribunal.

Lindsay foi acusada de roubo a uma joalheria em janeiro de 2011, na Califórnia, quando já estava em liberdade condicional, à qual foi sentenciada em 2007 após ser detida por dirigir alcoolizada.

Profissionalmente, a jovem tenta reerguer a carreira. Recentemente, assinou contrato para interpretar Elizabeth Taylor em um filme para a televisão. Ela também participará de um episódio da atual temporada da série Glee. 

Sem mais artigos