"Michael Forever" reúne músicos, amigos e filhos do Rei do Pop em show-tributo

Quase três anos após sua morte, Michael Jackson está sendo processado. Quem move a ação é uma mulher chamada Kimberly Griggs, alergando que o cantor usou detalhes pessoais da vida em composições de sucesso. 

Segundo Griggs, os dois mantiveram uma relação amorosa em 1979 e o Rei do Pop narrou sua biografia nos álbuns Off the Wall, Thriller, Bad, Dangerous e Number Ones. 

A ação judical contra o músico foi aberta em San Diego, nos Estados Unidos, e a mulher pede US$ 1 bilhão de indenização. Ela alega que Michael havia prometido que, por ter contado seus segredos, ele lhe daria uma porcentagem dos direitos autorais das faixas.

Segundo informações do site TMZ, Kimberly Griggs foi condenada e passou alguns anos na prisão por roubo. Até o momento, os responsáveis pelo espólio do cantor não comentaram o caso. 

<object width=”636″ height=”358″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/dsUXAEzaC3Q?version=3&amp;hl=pt_BR”></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/dsUXAEzaC3Q?version=3&amp;hl=pt_BR” type=”application/x-shockwave-flash” width=”636″ height=”358″ allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true”></embed></object>

Três anos após sua morte, mulher processa Michael Jackson em US$ 1 bilhão

Sem mais artigos