The Drone Lovers

The Drone Lovers

Uma das principais apostas do selo Ganzá, comandado pelo produtor Dudu Marote, o trio The Drone Lovers experimenta novas sonoridades no EP Silence. Eles também fazem uma crítica à seca já na capa do novo trabalho, que tem três versões.

“A foto da capa foi tirada na Cantareira, onde a falta d’água nos dá uma imagem concreta do que significa essa morte, esse volume morto, o fim, o que nos resta: o silêncio”, afirma a cantora Érica Alves citando Shakespeare.

“Todo o EP aborda o silêncio, este fim do mundo, a morte. Hamlet, em suas palavras finais, dizendo ‘o resto é o silêncio’, e o reino da Dinamarca termina junto com ele. Estamos vivendo um processo semelhante, a crise hídrica no sudeste denuncia a falta de ação humana em consertar nossos erros políticos”, afirma

Em relação à sonoridade, o trio conhecido pelas sonoridades atmosféricas, vocais etéreos e elementos hipnóticos da música eletrônica, expande suas referências para apresentar uma proposta voltada para a música de pista e traz influências de nomes como o veterano do techno Matthew Johnson e a performática banda islandesa Gus Gus.

Com duas faixas, Travelling Light e Silence, o EP une techno, house, pop e uma vibe pulsante, que une a experiência do DJ Davis Genuino, a cantora Érica Alves e o instrumentista e produtor Pedro Zopelar.

Capa EP Silence

Capa EP Silence

Capa EP Silence

Capa EP Silence

Capa EP Silence

Capa EP Silence

 

Sem mais artigos