O compositor e baterista Tony Allen volta a São Paulo, após
se apresentar na Virada Cultural do ano passado, para duas apresentações. O
músico foi um dos fundadores do gênero afrobeat e é considerado um dos mais
importantes bateristas do mundo.

“Sem Tony Allen não haveria afrobeat”. A declaração, feita
pelo lendário Fela Kuti (1938-1997), confirma a importância da obra de Allen,
com quem trabalhou por mais de uma década na banda Africa 70. Juntos, os dois
ícones desenvolveram o ritmo que mistura jazz e funk com muita percussão.

Aos 73 anos, Allen, sempre esteve em atividade. Nos últimos
anos, aproximou-se da nova geração emprestando seu jazz funk eletrizado a nomes
como Grace Jones e Air, além de integrar a banda The Good, The Bad & The
Queen
, que tinha Damon Albarn, do Blur e do Gorillaz, como vocalista.

O artista nigeriano se apresenta no Sesc Pompeia, no dia 23
de junho, e no Espaço Cultural Serralheria, no dia 25.

Serviço

Sesc Pompeia 
Dia 23 de junho, às 19h30, na Choperia 
Classificação indicativa: 18 anos 
De R$ 8 a R$ 32

Serralheria
Dia 25 de junho, às 23h
Vendas antecipadas: http://gorockbee.com/tonyallen 
R$ 30

Sem mais artigos