Com o lançamento do longa-metragem O Grande Gatsby se aproximando, a canção de Beyoncé para a trilha sonora do filme – com direção musical de Jay-Z – foi lançada na íntegra. A cantora gravou uma versão do hit de Amy WinehouseBack to Black, em parceria com André 3000, do Outkast. 

A faixa fez sua estreia em um programa de rádio londrino apresentado por Mark Ronson, coautor da canção, que classificou a releitura como ‘maravilhosa. “Estou lisonjeado e honrado, eu sei que Winehouse estaria muito feliz também. Ela era fã da Beyoncé”, disse na ocasião do lançamento.

Porém, a qualidade da regravação não é um consenso geral. Horas após o lançamento, Mitch Winehouse, pai de Amy, afirmou que “a versão não trouxe nada de novo ou marcante para a música”. Após as declarações de Mitch, milhares de fãs da cantora britânica também emitiram sua opinião nada lisonjeira sobre a faixa. 

Enquanto isso em terras tupiniquins foi a vez de Claudia Leitte irritar os admiradores de Cyndi Lauper com uma regravação da clássica Time After Time para uma campanha publicitária. Na esteira dos ‘assassinatos musicais’, como os fãs classificam as regravações, o Virgula Música listou para você as versões mais polêmicas dos últimos tempos. Clique na foto acima e acesse a galeria! 



Sem mais artigos