Acha que é fácil um festival lindo de morrer e com atrações incríveis como o Coachella deste ano? Então vem aqui passar o calor, vem?
 No primeiro dia da “retomada” do Coachella 2012, um dos principais festivais de música do planeta, realizado no deserto da Califórnia “perto” de Los Angeles, a temperatura marcou o top 5 de calor na história do evento americano: 41 graus.



Não tinha muito jeito de se vestir “estáile” para vir ao festival ver Arctic Monkeys, Black Keys, Pulp, outras 50 atrações, pequenas, médias, grandes; rock, eletrônica, hip hop. 
A galera tava sem camisa (meninos) ou de biquíni (meninas). Mas depois, com o final de tarde e à noite tudo ficou melhor: uns 33 graus!

O Black Keys fez “O” show do primeiro dia, no palco principal. Dupla de blues rock indiezinha que virou gigantesca nos últimos três anos, o Black Keys trouxe o rock de novo nas paradas de sucesso. E o reflexo disso está a escalação como “principal” do primeiro dia do Coachella e o maior número de público para vê-lo, na sexta.


O Arctic Monkeys, tocando no final da tarde, foi lindo, também. Um pouco mais curto que a apresentação deles no Lollapalooza brasileiro, há poucos dias, mas com a mesma energia juvenil de uma banda que nem é tão nova assim, mas representa o novo rock de guitarras velozes e altas muito bem.

Dos grupos novos, destaque para a banda Grouplove, de Los Angeles, talvez o próximo nome a “estourar” na cena indie pop californiana depois do Foster the People. Acho que o caráter “hippie ao extremo” da banda não ajude muito, porque o Foster the People é um grupo mais “bonitinho”, mas ainda assim o Grouplove contagia com suas músicas em jogral: ora o guitarrista canta, ora é a vocalista, que no fim do show ainda PINTA uma tela enorme, enquanto a banda toca.


O veterano grupo Pulp, que pertenceu nos anos 90 à grande tríade do britpop com Oasis e Blur, também empolgou, ontem. Jarvis Cocker continua o grande contador inglês de historinhas românticas e “de vida”, travestidas em músicas pop, e os americanos pareceram ainda querer ouvir o discurso do sujeito. O hino Common People, para variar, emocionou o deserto.

Confira a aventura de um brasileiro no Coachella!!!


HOJE

Neste sábado, dois shows devem dominar as atenções do dia, ambo de astros ingleses. O enorme grupo Radiohead e o cantor Noel Gallagher, ex-Oasis, são os famosos do palco principal. Mas entre tantos outros grupos de levada rock a se apresentarem tem também bons nomes do novo rap, como Azealia Banks e A$AP Rocky, e figurinhas conhecidas das baladas eletrônicas, como Martin Solveig e David Guetta. Hoje está mais movimentado do que ontem no quesito “shows para não perder”. 
O Virgula Festivais vai estar aqui acompanhando tudo. 

Sem mais artigos