Lamb of God

| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
| Créditos: Getty Images
Randy Blythe, Lamb of God, é acusado de homicídio culposo após agredir fã | Créditos: Getty Images

Randy Blythe, vocalista do grupo Lamb Of God, foi solto após pagar fiança de US$ 200 mil – cerca de R$ 400 mil. Blythe é acusado de matar, sem querer, um fã da banda durante show do Lamb of God na República Tcheca em 2010.

De acordo com as investigações da polícia, a vítima era Daniel N., um fã do grupo que subiu várias vezes ao palco durante o show do Lamb Of God em Praga, dois anos atrás. Na terceira vez, Daniel teria sido empurrado por Blythe de volta para a plateia, e após tropeçar, caiu de cabeça no chão.

Daniel ficou duas semanas em coma, e morreu por causa dos ferimentos.

Enquanto aguarda as investigações da polícia tcheca, Blythe foi proibido de deixar o país, enquanto o resto do grupo já retornou para os Estados Unidos.

Em comunicado divulgado pela banda, um dos advogados do vocalista defende que Blythe foi “erroneamente acusado”, e a expectativa é que ele seja “completamente inocentado”.

Vocalista acusado de homicídio culposo é solto, mas fica proibido de deixar a República Tcheca

Sem mais artigos