O vocalista da banda Franz Ferdinand, Alex Kapranos, revelou ao The Observer que sentiu vontade de acabar com o grupo há cerca de dois anos. Ele admitiu ter perdido o entusiasmo de continuar na sequência do lançamento do álbum Tonight: Franz Ferdinand, de 2009.

Para ele, a diversão se foi ao sentir que estava trabalhando baseado em prazos estabelecidos por outras pessoas e não pela banda. “Eu não sou o tipo de pessoa que trabalha bem nessas condições. Na verdade, em toda a minha vida adulta antes disso, se eu estivesse em um trabalho em que sentisse estar sob pressão, eu apenas desistiria dele”, afirmou.

O excesso de turnês acabou fazendo ruir as peculiaridades do som deles, conforme Kapranos explicou na entrevista. No entanto, mesmo após conversar com membros do grupo escocês sobre a possibilidade de encerrar suas atividades, eles acabaram encontrando novos motivos para continuar.

“Quando fomos fazer o novo álbum, decidimos que aquela estranheza era apenas nós. E devemos apreciar isso: ela deve estar no centro da nossa existência, se quisermos continuar “, completou o frontman da banda, que se prepara para lançar quarto álbum, Right Thoughts, Right Words, Right Action, no final deste mês.

Sem mais artigos