Após ser apanhado de supresa com a informação de que havia sido demitido do Stone Temple Pilots, o líder da banda Scott Weiland disse que a decisão pouco importa. O vocalista argumentou que simplesmente não pode ser demitido da banda que ele a criou. 

Scott emitiu um comunicado na tarde desta quarta-feira (27) em resposta ao informativo de imprensa da banda nesta manhã, no qual a banda “oficialmente desligou” o músico da banda.  

“Fiquei sabendo na minha suposta expulsão da banda pela imprensa”, disse. “Não sei como fui ‘desligado’ da banda que fundei, liderei e coescrevi muitos dos seus maiores hits. Mas isso é algo para os advogados descobrirem”, completou.

Sem mais artigos