Os últimos tempos foram marcados pela reunião de algumas bandas que deixaram marca na história do rock, tais como Black Sabbath, Pulp e Stone Roses. Para Howlin’ Pelle Almqvist, vocalista da banda sueca The Hives, a tendência de reunião para reviver glórias passadas é algo “triste”.

“É triste quando vemos outras bandas em festivais que apenas olham para trás, para os ‘bons velhos tempos’. Qual é o sentido disso? Todo disco tem de ser melhor que o anterior, certamente”, opinou, em entrevista ao site da revista NME.

No começo do mês, Almqvist e sua trupe anunciaram a produção do primeiro disco da banda em cinco anos, Les Hives, que sucede Black and White Hives, de 2007. Eles lançarão o primeiro single do novo trabalho no próximo dia 21. O álbum deve chegar às lojas no dia 5 de junho.

Howlin’ Pelle Almqvist já disse, anteriormente, que as canções do novo disco diferem bastante da sonoridade de álbuns anteriores, mas que ainda “soam como The Hives”. “Toda boa banda tem um som específico. Há algumas canções que não poderiam estar em outros discos, e isso é uma mudança. Mas eu digo que isso aconteceu no último disco também”, afirmou o vocalista.

Sem mais artigos