Wanderléa falou sobre affair com Roberto Carlos no início da carreira

A eterna Ternurinha. Este apelido ficou consagrado a Wanderléa ainda na época da Jovem Guarda, mas o sucesso estrondoso veio mesmo com a ajuda da parceria profissional com Roberto Carlos.

Além dos momentos saudosos da época da música nos anos 60, a cantora contou um pouco sobre como era Roberto Carlos naquele tempo. “Um gato!”, disse.

Participando do “É De Casa”, em um quadro com a apresentadora Cissa Guimarães, Wanderléa relembrou o affair que teve com o rei no início da carreira.

“Muito charmoso, ele. Eu fiquei meio na paquera no início da minha carreira, achei que ele era um gato. Mas depois eu vi que esse gato era muito assediado, eu falei: ‘isso aí não dá certo, não'”, contou Ternurinha.

Wanderléa também relmebrou que chegou a flertar com Erasmo Carlos na época, mas a dedicação à carreira e ao profissionalismo falou mais alto do que qualquer affair.

Ao passar dos anos, o sentimento da dupla para com a cantora foi de amor de irmão. “Eles tinham muito de tomar conta de mim. Quando vinham as paqueras perto de mim, eles vinham ‘Opa!’. Igual irmão, que fica defendendo”, justificou.

Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60

Programa Jovem Guarda da TV Record Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60 Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60 Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60 Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60 Programa Jovem Guarda, exibido pela TV Record na década de 60 Créditos: Reprodução

Wanderléa relembra como era o relacionamento com Roberto Carlos: "um gato"

Sem mais artigos