Considerar o divórcio em meio à crise conjugal é doloroso e, ao mesmo tempo, libertador. Optar por essa ruptura nunca é fácil, sabemos disso. O coração, em cacos, quer tentar mais uma vez, insistir no desgaste e na vã esperança de que tudo pode voltar ao normal. Nem sempre isso é possível, vamos combinar. Por isso, desmistificar o divórcio e praticar o desapego em relação àqueles velhos tabus que rondam a separação são hábitos mais saudáveis e positivos que simplesmente contentar-se com um amor triste, amargo e sem saída. Existe luz no fim do túnel e vida após o divórcio, pode acreditar!

O pessoal do HuffPost Divorce separou 11 motivos para enxergarmos a separação com olhos mais gentis e compreensivos, sem demonizações ou medos irracionais. Antes de sofrer por aquilo que o futuro reserva, que tal fazer um balanço de como as coisas estão agora? Será que o desconhecido é tão pior, assim, do que um relacionamento fracassado? Saiba mais nessa galeria:

Sem mais artigos