Adriane Galisteu fez uma revelação curioso em vídeo no seu canal no YouTube. A apresentadora disse que passou a ser neurótica com seu peso devido às experiências que viveu. Ela também citou o seu trabalho no mundo da moda como um meio que sempre exigiu um corpo magro.

“Sou da época em que a gordura gritava aos olhos de quem trabalhava com moda de um jeito muito ruim. Se você subia 2 kg na balança, já tinha alguém que falava ‘ah, está fora de forma’. Acho um nojo”, disse.

A apresentadora também conta que, com o tempo, passou aceitar os padrões impostos e que se sentiu escrava.

“Acabei achando muito normal tudo isso, ficando ‘escrava’, de alguma forma, da dieta e da ‘boa forma’. Boa forma na cabeça de alguém, né?”.

Sem mais artigos