Podem comemorar, amantes de chocolate! Uma pesquisa realizada pelo Instituto Politécnico de Coimbra, de Portugal, afirma que comer alguns quadrados do doce na versão amarga todos os dias melhora a pressão arterial em apenas um mês.

Para determinar as melhoras do coração ao consumir o doce, os médicos realizaram um estudo com 30 adultos, entre 18 e 27 anos, que comeram 20g de chocolate todos os dias por um mês. Metade dos participantes comeram um chocolate com 50% de cacau, enquanto os outros 15 ingeriram chocolate com 90% da fruta.

Publicados na revista Nutrition, os resultados mostraram que todos os participantes tiveram melhoras na corrente sanguínea, mas que os efeitos foram ainda mais positivos para os que ingeriram a quantidade maior de cacau.

Além da pressão arterial, o grupo que comeu mais cacau também apresentou uma pulsação mais saudável e uma melhor taxa de acoplamento ventrículo-arterial.

5 'fake news' sobre chocolate

Há cerca de três anos a notícia de que comer chocolate todos os dias ajuda na perda de peso foi capa do jornal europeu Bild. A notícia foi baseada em uma armadilha do jornalista Johannes Bohannon e um amigo para mostrar como estudos científicos sem fundamento se espalham pelo mundo. A notícia sobre o chocolate como estratégia para emagrecer foi reproduzida em mais de 20 países
Embora o chocolate seja responsabilizado por causar e piorar enxaquecas, um estudo da Universidade de Pittsburgh mostrou que não há conexão entre o alimento e o problema
Uma história sobre a contaminação do chocolate da empresa britânica Cadbury com vírus HIV foi publicada na web. Mas a informação era falsa. A UNAIDS, braço da ONU no combate a Aids, informou que não é possível contaminar um produto manufaturado como o chocolate com sangue de uma pessoa portadora do HIV
De tempos em tempos surgem informações sobre como o chocolate ajuda na libido. Mas estudos científicos jamais conseguiram evidências concretas sobre a relação
A informação sobre o fim do chocolate circulou nas redes sociais. A teoria é que por conta das mudanças climáticas, as árvores de cacau morreriam e, logo, não haveria o principal ingrediente para produzir a delícia. A publicação foi inspirada na tentativa de cientistas em criar uma forma de cacau geneticamente modificado para resistir as mudanças climáticas. Mas os cientistas jamais afirmaram que a pesquisa estava baseada na previsão de extinção do cacau

Comer chocolate amargo todos os dias reduz pressão arterial em um mês

Sem mais artigos