Na última semana, o vídeo de uma garotinha sendo arrastada por um leão-marinho para dentro da água ganhou o mundo e as redes sociais. Ela foi salva por um parente que mergulhou e a retirou do local, enquanto outras pessoas gritavam por ajuda. Na gravação, ela deixa o local caminhando, como se nada tivesse acontecido.

No momento da queda, porém, a menina foi gravemente ferida pelo animal. A mordida infeccionou e ela contraiu uma bactéria rara, de acordo com um alerta feito pelo Aquário de Vancouver, que causa uma doença chamada “dedo de foca”.

A bactéria Mycoplasma phocacerebrale, que existe na boca do leão-marinho, pode levar à gangrena de algumas partes do corpo ou mesmo à morte. De acordo com Deana Lancaster, porta-voz do Aquário, a menina está hospitalizada e recebendo o tratamento adequado para combater a infecção.

Veja o momento em que ela é atacada pelo animal:

Garota atacada por leão-marinho contrai infecção rara e é hospitalizada

Sem mais artigos