Britânica tem síndrome Melkersson-Rosenthal

Reprodução Britânica tem síndrome Melkersson-Rosenthal

Ela sofreu paralisia facial aos 17 anos, mas anos se passaram até que o verdadeiro diagnóstico fosse descoberto. A britânica Cate Wallwork, 51 anos, descobriu que sofre de uma síndrome rara, a Melkersson-Rosenthal. O problema afeta uma em cada 10 mil pessoas no Reino Unido, segundo o The Mirror.  

Segundo entrevista concedida do The Mirror, os pais de Cate notaram algo errado quando a britânica tinha apenas três anos. Na época, médicos diagnosticaram “paralisia facial” e aos poucos ela recuperou o movimento do rosto. Mas aos 17 anos o problema retornou e desde então Cate não foi capaz de sorrir novamente. A síndrome foi identificada quando Cate completou 19 anos.

“Você passa a vida tentando explicar o porquê você é assim. Escuta pessoas discutindo sobre o que ocorreu com você e teorias que são falsas. Eu estava em uma discoteca aos 17 anos e um homem mais velho me chamou de Quasímodo”, contou Cate sobre os desafios da doença.

Sem mais artigos