Confissões de Adolescente, dirigido por Daniel Filho e Cris D’Amato, estreia nesta sexta-feira (10).

Baseado nos diários de Maria Miranda e na série dos anos 90 da TV Cultura, estrelada por Deborah Secco, Daniele Valente, Georgina Goés e pela própria autora do livro, o filme traz quatro irmãs que têm que lidar com as dificuldades financeiras do pai (Cássio Gabus Mendes) e com os dilemas da adolescência.

O VírgulaDiversão lista 5 motivos para você assistir esse filme fofo, divertido e ousado: 

1) Com certeza, você vai se identificar com o filme:

Não tem como assistir a Confissões de Adolescente e não se identificar (um pouquinho que seja) com as peripécias das irmãs Cristina (Sophia Abraão), Bianca (Bella Camero), Alice (Malu Rodrigues) e Karina (Clara Tiezzi). 

Você vai se lembrar do seu primeiro beijo, da sua primeira transa, do seu primeiro encontro, do seu primeiro ano de faculdade, e por aí vai… Aparentemente, a única coisa que mudou para os adolescentes foi o acesso à tecnologia e à Internet mesmo, porque os dilemas sofridos são praticamente os mesmos dos enfrentados pelas garotas da série dos anos 90.

2) Toca em questões polêmicas com leveza: 

Se há um mérito do filme foi a leveza com que ele abordou o mundo adolescente. Os personagens falam palavrão porque adolescente fala palavrão, ora. Questões polêmicas, como homossexualidade, sexo, virgindade e até aborto, também aparecem no longa de maneira bem real e natural, mas sem a intenção de polemizar muito. Só a questão do bullying é mais tratada com profundidade pelos diretores. 

 

3) Tem uma das cenas de sexo mais engraçadas de um filme teen brasileiro:

A personagem de Malu Rodrigues, Alice, se encontra prestes a perder a virgindade, mas não consegue relaxar na hora “H” (“Parece que você tá arrancando meu hímen com uma serra elétrica”). Depois da várias tentativas, o casal consegue, finalmente, transar, mas, para se concretizar, o “evento” teve que envolver Thiago Lacerda, Caio Castro, a mãe do garoto (Daniele Valente) e até a professora de história.

4) Satiriza Crepúsculo

Sim! O filme satiriza a franquia Crepúsculo de uma maneira engraçadíssima. Lembra aquela cena do primeiro filme em que o “vampirão” Edward salva a pobre e frágil Bella de ser atingida por um carro? Então, há um remake hilário da cena que envolve a caçula Karina e seu colega de sala (João Fernandes) que está super afim da garota. 

5) Tem uma trilha sonora eclética e fofa:

As escolhas para a trilha sonora foram bastante acertadas. Eclético, o filme conta com músicas de Clarice Falcão, que está super em alta no mundo virtual, e MPB, além do classicão das festas adolescentes Malha Funk e um final fofíssimo em que todos os personagens do filme cantam Sina, do Djavan, a música do seriado.

Veja o trailer: 

Sem mais artigos