O cineasta francês François Truffaut (1932-1984) está sendo super celebrado, pelo menos na cidade de São Paulo. Além da fantástica exposição sobre sua vida e obra (Truffaut – Um Cineasta Apaixonado, em cartaz no MIS – Museu da Imagem e do Som – até 18 de outubro), o diretor ganha agora uma retrospectiva quase completa.

O Homem que Amava as Mulheres

O Homem que Amava as Mulheres

A Nova Onda de François Truffaut fica em cartaz no Caixa Belas Artes, de 17 a 30 de setembro, exibindo 17 longas do realizador (ele dirigiu 21, além de alguns curta-metragens). É uma ótima oportunidade de completar a experiência da exposição no MIS – assistir à mostra e depois ir à exposição, ou vice-versa.

A programação traz os filmes em cópias digitais restauradas. Estarão presentes obras obrigatórias como Os Incompreendidos (1959), Jules e Jim (1962), O Garoto Selvagem (1970), Na Idade da Inocência (1976) e O Homem que Amava as Mulheres (1977), entre outros.

Jules e Jim

Jules e Jim

Ficaram de fora apenas Farenheit 451 (1966), Uma Jovem Tão Bela Como Eu (1972), A Noite Americana (1973) e O Quarto Verde (1978).

Para os fãs do cineasta, a mostra traz um atrativo a mais: o público pode comprar ingressos avulsos ou optar por um passaporte (de R$50) que dá direito a assistir 5 filmes – o passaporte é válido para as duas semanas de duração do festival.

A Nova Onda de François Truffaut
Caixa Belas Artes – R. da Consolação, 2423
De 17 a 30 de setembro
Ingressos: R$7 ou R$14 / R412 ou R$24 / Passaporte R$50
Programação no site

Os Incompreendidos

Os Incompreendidos

Sem mais artigos