Angelina Jolie prefere dirigir filmes e "fazer as pessoas brilharem sob os holofotes"

Angelina Jolie prefere dirigir filmes e “fazer as pessoas brilharem sob os holofotes”

Angelina Jolie cansou de atuar. Cansou, não. Perdeu a vontade. Cada vez mais envolvida na direção de longas metragens e dedicada às ações humanitárias, ela revelou seus motivos em entrevista à revista francesa Dandy.

“É algo realmente muito pessoal. Quando minha mãe morreu [a atriz e produtora Marcheline Bertrand], foi que eu percebi o quanto de eu ser atriz estava ligado ao desejo dela própria de ser atriz. Ela gostava de me ver atuando, tinha satisfação naquilo, em me ver na tela. Quando ela se foi, levou minha atração na atuação”, revelou Angelina, que atuou pela última vez em Malévola (2014).

“O que eu gosto mesmo é de ficar atrás das câmeras, de fazer as outras pessoas brilharem. Não me interessa mais ficar sob os holofotes. Eu prefiro manter a cabeça quase embaixo d’água… do que ser a bonequinha na frente das câmeras”, completou.

A mãe de Angelina Jolie morreu em 2007 de câncer no ovário. Desde a morte dela, Angelina vem reduzindo gradativamente sua participação com atriz em filmes.

Ano sim, ano não, Angelina faz um filme ou outro. O próximo será By The Sea, ainda sem nome em português, que chega este ano aos cinemas, um romance em que ela atua ao lado do marido, o ator Brad Pitt.

Não para, não, Angelina!

Angelina Jolie revela o que a fez perder a vontade de atuar

Sem mais artigos