Stephen Fry, que estará em O Hobbit: A Desolação de Smaug como o personagem Mestre de Laketown, admite que nunca leu O Hobbit, livro de J.R.R. Tolkien que deu origem à trilogia de filmes de Peter Jackson. Em entrevista ao London Evening Standard, o artista confessou sua falta de interesse em conhecer a obra.


“Eu geralmente leio roteiros. Mas com O Hobbit – não sei se deveria dizer isso -, eu nunca li o livro. E na viagem para a Nova Zelândia [onde aconteceram as gravações], você pensaria que eu tive tempo o suficiente para ler. É algo sobre um buraco no chão onde vivia um hobbit. Meu personagem se chamava o Mestre de Laketown, então eu pensei, ‘Há muito disso aqui’. Há uma função de busca [no tablet], então eu coloquei ‘O Mestre’ e fui ver todos os pedaços em que eu aparecia”, disse, com humor.

“Eu pensei, ‘Isso parece um papel legal’, depois deixei o tablet de lado e li outro livro. Por isso, até hoje, eu não li o livro, mas estou muito ansioso para ver como a história continua”, contou, acrescentando que não se preocupa com a falta de preparação para o papel. “A Judi Dench não lê os roteiros dela. Seu empresário diz, ‘Acho que você deveria fazer este papel, e ela diz ‘Ok’. Fácil”, brincou.

No livro O Hobbit, o Mestre de Laketown é o prefeito de uma cidade chamada Esgaroth. Ele é descrito na obra como um homem covarde e ávido por dinheiro.

Os filmes O Hobbit são ambientados na Terra Média, 60 anos antes dos acontecimentos mostrados na trilogia O Senhor dos Anéis. Eles mostram a jornada de Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) na companhia de anões, que procuram derrotar o dragão Smaug e recuperar suas riquezas roubadas. A Desolação de Smaug, segundo filme da série, estreia no Brasil em 20 de dezembro deste ano.

Sem mais artigos