Atualmente, com a enxurrada de blockbusters tecnológicos que domina o cinema de Hollywood, a impressão que temos é que o trabalho dos seres humanos (principalmente dos atores) tornou-se quase desumano – contracenar com máquinas, robôs, drones, telas azuis e demais artefatos futuristas é cada vez mais cotidiano.

Para desmistificar (um pouco) essa ideia, integrantes da equipe de Planeta dos Macacos: O Confronto (2014) comentaram sobre o trabalho na produção deste blockbuster que sai agora em DVD, Blu-Ray, Blu-Ray 3D e Filme Digital.

O ator inglês Andy Serkis, que interpreta César, o líder dos macacos inteligentes, falou sobre seus desafios para interpretar o símio – já que, neste filme, o personagem passa a usar a linguagem de uma outra maneira, mais evoluída. E César era um jovem chimpanzé no primeiro filme (Planeta dos Macacos: A Origem, de 2011), ressurgindo agora com muito mais força.

Noutro vídeo, o ator Jason Clarke (que vive Malcolm no filme) comenta a organização espartana da filmagem, e de como tudo funciona com precisão impressionante. A seu lado, Gary Oldman e Keri Russel:

Por sua vez, Terry Notary, o preparador corporal dos atores, fala sobre o trabalho de criar quase coreografias para os macacos. Terry afirma que cada ator teve de encontrar seu “macaco interior”, o que não é difícil, já que os humanos são apenas “2% diferentes dos macacos”, afirma.

Detalhe nada insignificante: o material lançado em Blu-Ray inclui cerca de duas horas de conteúdo extra, contendo cenas deletadas, bastidores, entrevistas, mini documentários, galeria, trailers…

Sem mais artigos