E.L. James, autora da trilogia Cinquenta Tons de Cinza, escalou Michael De Luca e Dana Brunetti, que trabalharam juntos em A Rede Social, para produzir a adaptação cinematográfica de sua série de livros. A novidade foi divulgada pela Universal Pictures e pela Focus Features na segunda-feira (9).

Cinquenta Tons de Cinza é uma complexa história de amor, que requer um tratamento delicado e sofisticado para ser levada às telonas. O trabalho de Mike e Dana exemplifica o que precisamos como parceiros criativos, e nós estamos felizes por tê-los em nossa equipe”, explicou a co-presidente da Universal, Donna Langley, em um comunicado.

A trilogia de livros, composta por Cinquenta Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey), Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades Darker) e Cinquenta Tons de Liberdade (Fifty Shades Freed), conta a história da jovem Anastasia Steele, uma recatada jovem de 22 anos, que se envolve com o enigmático empresário Christian Grey.

Graças à irresistível atração que os une, Anastasia aceita se submeter a todas as vontades de Christian, inclusive assinando um contrato que permite que ele controle completamente sua vida.

O livro vendeu mais de 10 milhões de cópias em seis semanas. No Brasil os livros serão lançados em 1º de agosto, 15 de setembro e 1º de novembro deste ano pela editora Intrínseca.

Autora escala produtores de A Rede Social para adaptação da trilogia Cinquenta Tons de Cinza

Sem mais artigos