Os dois brothers mais bonitos da casa, Rodrigão e Cristiano, disputaram o sexto paredão do Big Brother Brasil 11. O primeiro saiu vitorioso e o segundo eliminado, com surpreendentes 78% dos votos. Inesperado, porque Cris, além de querido dentro da casa, era também adorado fora dela.

Em seu discurso (sempre) impiedoso, Pedro Bial abordou a virilidade e a beleza dos dois emparedados e em poucas palavras quis dizer que “faltava homem de pulso no programa. “As mulheres reclamam: ‘Está faltando homem’. Onde foi parar os homens com H? Homem com pegada, que assuma seus afetos, que se apaixone, que se dane para o que os outros pensem. Homem que aguente as consequências de seu desejo”, disse ele.

Apesar do paredão ser entre titãs, os dois foram pouco abordados no dia eliminação. O grande assunto discutido foi o bate boca homérico que rolou na madrugada da terça-feira (08) de Diogo, o Gago, com Paulinha. Tudo começou, é claro, com uma discussão sobre Maurício e Maria e sobrou até para Talula, Janaína e o próprio Cris, que teve de apartar a briga.

Sobre sua saída, o engenheiro acredita que não teve tempo de se mostrar melhor e esteve muito de lado durante o jogo. “Acho que faltou me envolver mais, participar mais. Fui muito coadjuvante”, comentou.

O paulista, que nunca se inscreveu para o reality show e foi convidado, comentou ainda que já tinha percebido que não estava integrado com as pessoas da casa. “Acho que não tomei as atitudes certas”, conta o ex-brother. “Me senti à vontade lá dentro, mas o pessoal tinha muito mais afinidade que eu. Não tinha pensado em nada”.

Já Rodrigão, que volta pela segunda vez, parece ser o favorito ao prêmio de R$ 1 milhão, mesmo sendo completamente apático no jogo e pouco expressivo dentro da casa e na convivência com os amigos confinados. Mas se depender da torcida de Cris, o paranaense será um dos três finalistas. “Quero ver Diogo, Mauricio e Rodrigão na final”, contou ao apresentador.

CONHEÇA OS PARTICIPANTES E VEJA FOTOS DA CASA

Sem mais artigos