O ator Brad Pitt levou, no último domingo (9), sua segunda estatueta do Oscar. Ele foi premiado como melhor ator coadjuvante por ‘Era Uma Vez Em… Hollywood’, longa de Quentin Tarantino e estrelado também por Leonardo DiCaprio.

No discurso, agradeceu aos colegas e aos filhos, frutos do relacionamento com Angelina Jolie.

“A honra de todas as honras. Esse prêmio diz respeito ao Tarantino, o cinema não seria igual sem você, Leo, quando você quiser, eu estarei do seu lado. Vamos agradecer aos coordenadores que estão distantes, aos nossos dublês. Esse prêmio vai fazer que eu olhe para trás, todas as pessoas maravilhosas que me trouxeram até aqui. Essa é a verdade. Era uma vez em Hollywood. Este é para os meus filhos, que fazem tudo o que eu amo. Eu amo vocês”, disse.

Vencedores
O grande vencedor da noite foi o sul-coreano ‘Parasita’ que levou quatro estatuetas incluindo a de melhor filme. Representando o Brasil, o documentário ‘Democracia em Vertigem’ não foi premiado. ‘Indústria Americana’, produzido por Michelle e Barack Obama foi quem levou o Oscar na categoria.

Baile da Vogue 2020:

Sem mais artigos