Bruce Willis, conhecido por seus filmes de ação, admite já ter se conformado com a ideia de que nunca conquistará o devido reconhecimento pelo seu trabalho. Em entrevista à revista GQ, o ator disse que não espera ser, um dia, nomeado ao Oscar.

“Eu não penso muito no Oscar. Sempre foi algo extravagante para eu pensar. Você não recebe um Oscar por uma comédia e você não recebe um Oscar por atirar em pessoas”, explicou o artista.

“Você ganha um Oscar pela novidade, pelo fato de as pessoas ficarem fascinadas ao assistir ao seu personagem. Mas Duro de Matar e Perseguidor Implacável estão cheios das mesmas coisas das quais toda história está cheia”, disse.

O ator disse, ainda, que vai diminuir o ritmo de trabalho nos próximos anos e que, pro futuro, não pensa em entrar para a política, como fez seu colega Arnold Schwarzenegger.

Bruce Willis está em cartaz no Brasil com G.I. Joe: Retaliação (fotos), de Jon M. Chu, filme que chegou aos cinemas na sexta-feira (29). O filme é a sequência de G.I. Joe – A Origem de Cobra (2009).

Sem mais artigos