O cineasta gaúcho Carlos Reichenbach morreu na tarde desta quinta-feira (14), em São Paulo, dia em que completou 67 anos. A informação foi divulgada por meio de um comunicado da assessoria de imprensa Procultura.

Reichenbach, que dirigiu 22 longa-metragens em sua carreira, passou mal e morreu no caminho do hospital, de acordo com a nota divulgada. O motivo do óbito não foi informado.

Entre os filmes realizados pelo cineasta estão Liliam M – Relatório Confidencial (1975), A ilha dos prazeres proibidos (1979), Império do desejo (1981), Filme Demência (1985), Alma Corsária (1993) e Garotas do ABC (2003). O último filme do diretor foi Falsa Loura (2007), com Rosane Mulholland e Cauã Reymond.

Reichenbach era sócio da produtora Dezenove Som e Imagens, que fundou ao lado da produtora Sara Silveira em 1991.

Sem mais artigos