Juliano Cazarré responde rumores e pede orações a quem lhe quer mal

Ainda bem que o Virgula não é um site de fofoca e busca apenas entreter os leitores com o melhor da diversão, música, televisão e, claro, mundo dos famosos. Então podemos afirmar que não estamos entre aqueles que foram detonados pelo ator Juliano Cazarré na manhã desta quarta-feira.

Juliano vinha sendo alvo de rumores de que estaria se recusando a tomar a vacina contra a Covid-19 e que por isso poderia perder o papel de Alcides no remake de “Pantanal”, na TV Globo.

O ator se pronunciou hoje pela manhã através do seu Instagram, atacou os sites de fofoca que noticiaram o assunto e foi além, respondendo ao colega de profissão Armando Babaioff, que se disse apto às novelas por estar imunizado.

“A quantidade de gente que não abre um livro que preste, mas acredita em coluna de fofoca é impressionante. Pobre Brasil”, começou ele em seu esclarecimento.

Cazarré explicou que jamais foi contra a vacinação e que procurou médicos para saber se deveria tomar a dose contra a Covid-19 mesmo já tendo adquirido a imunidade no organismo e que se esse fosse um critério da produção de “Pantanal” para fazer a novela, ele assim o faria.

“No posto me informaram que eu devo passar lá na quinta-feira (amanhã de tarde). É o que farei”, continuou Juliano sobre já ter agendado a sua vacinação.

Por fim, o ator mandou recados e pediu orações a quem lhe deseja mal. “Aos meus seguidores queridos, eu peço que rezem uma Ave Maria por todos aqueles que vieram desejar a minha more, de meus filhos. Rezem também uma Ave Maria pelo colega que sugeriu pegar meu lugar por estar vacinado. Ele é um grande ator e não merece estar nessa situação”.

Sem mais artigos