Pela primeira vez na carreira, o ator Charlie Sheen  usará seu verdadeiro nome, Carlos Estévez, no crédito do filme Manchete Mata, uma decisão que contrasta com declarações feitas no passado, quando disse que não se sentia “latino”.

O portal especializado em informações sobre famosos TMZ.com publicou na quinta-feira uma captura da tela do filme, que estreará em setembro nos EUA, onde é possível ver o ator segurando uma arma junto com a frase: “Apresentando Carlos Estévez”.

A imagem corresponde aos créditos do filme, segundo confirmaram fontes ligadas à produção para a Agência Efe.

VEJA FOTOS DE MACHETE 

O nome real de Martin Sheen, pai de Charlie Sheen, é Ramón Antonio Gerardo Estévez, por sua vez filho de pai espanhol. Martin mudou seu nome para conseguir trabalhos como ator, mas nunca chegou a modificá-lo de forma legal, portanto passou o sobrenome Estévez a seus quatro filhos.

Martin Sheen protagonizou em 2011 o filme The Way, dirigido por seu filho Emilio Estévez, a história de um oftalmologista californiano que viaja à França ao saber que o filho faleceu em um temporal nos Pirineus e, após descobrir que pretendia percorrer o Caminho de Santiago, decide realizar o sonho do filho carregando suas cinzas.

Em julho do ano passado, Charlie Sheen afirmou que não se sentia latino.

“Não me envergonho disso, não fujo disso, mas nasci em Nova York e cresci em Malibu: isso não é muito latino”, explicou Sheen em entrevista para a Univision.

“Sou um homem branco na América”, resumiu o ator, que começou a usar o nome Charlie “aos quatro anos” para evitar confusões com um tio que também se chamava Carlos, enquanto a substituição de Estévez por Sheen aconteceu quando se tornou ator, segundo ele mesmo disse na entrevista.

Segundo o intérprete, seus pais nunca potencializaram as raízes latinas em seu lar.

Em entrevista à Efe, Martin Sheen disse ser “extremamente orgulhoso” de ter raízes latinas.

O ator Danny Trejo retorna em Machete Mata como ex-agente federal que nesta ocasião é recrutado pelo presidente dos Estados Unidos para deter um revolucionário e um traficante que uniram suas forças a fim de semear o caos em todo o planeta.

Dirigido por Robert Rodríguez, o filme é a segunda parte de uma trilogia que começou em 2010 (Machete) e dele participam Michelle Rodríguez, Charlie Sheen, Lady Gaga, Antonio Banderas, Sofía Vergara, Jessica Alba, Demián Bichir, Alexa Vega, Cuba Gooding Jr. e Mel Gibson

Sem mais artigos