Embora ainda não tenha qualquer definição sobre quem irá dirigir ou protagonizar a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, a Universal Pictures pretende lançar o primeiro filme no verão de 2014, de acordo com o presidente do estúdio, Adam Fogelson.

“Direi a você que é uma prioridade absoluta para nós. É imaginável que estejamos prontos para lançar (o filme) já no próximo verão”, afirmou Folgelson ao site The Hollywood Reporter.

“Não acredito que E.L. James tivesse qualquer interesse em um estúdio cuja visão fosse a de correr com a produção. Não creio que o segundo ou o terceiro filme se beneficiariam desta estratégia. E acho que existem questões totalmente legítimas sobre como esse livro será na forma de um filme”, acrescentou.

James, a autora da trilogia, vendeu os direitos para que a Universal e a produtora Focus Features fizessem as adaptações em março de 2012, por um valor não revelado, mas que chegou a “sete dígitos”, de acordo com o jornal New York Times.

Em outubro, o estúdio confirmou que Kelly Marcel, uma das criadoras da série Terra Nova, havia sido contratada para escrever o roteiro.

Inicialmente lançado na internet como uma fan fiction da saga Crepúsculo, Cinquenta Tons de Cinza, que recebeu o apelido de “pornô para mães”, já vendeu mais de 65 milhões de livros em todo o mundo.

 A trilogia conta a história do conturbado relacionamento entre a inexperiente Anastacia Steele, de 22 anos, e Christian Grey, um milionário dominador e violento. Anastasia aceita se submeter a todas as vontades de Christian, inclusive assinando um contrato que permite que ele controle completamente sua vida.


Cinquenta Tons de Cinza é prioridade e deve ser lançado em 2014, diz presidente da Universal

Sem mais artigos