Depois de Bruce Willis sinalizar que a franquia não iria se encerrar em Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer, o site Total Film confirma que um sexto filme não apenas já tem roteirista contratado, mas também um título.

Die Hardest está sendo escrito pelo roteirista inglês Ben Trebilcook, que no passado chegou a apresentar um projeto para Duro de Matar 4, no qual John McClane (Willis) iria combater terroristas ao lado da filha, Lucy.

 

E se detalhes da história ainda não são conhecidos, pelo menos o cenário já foi revelado. A ação deve começar em Nova York, mas logo depois será transferida para Tóquio, onde McClane vai passar a maior parte do filme.

“(O roteiro) é extremamente fiel à franquia e aos personagens e é uma evolução natural. Ele também é bastante plausível”, garantiu ao site o roteirista, que conseguiu a vaga após conhecer o produtor Larry D. Webster durante seu trabalho em Knockout, filme de artes marciais baseado em videogames.

Empolgado, Trebilcook chegou, inclusive, a fazer uma comparação, tentando situar o papel de Die Hardest na série. “Sinto que ele poderia ser o Rocky Balboa da franquia Duro de Matar”, disse ao site, citando o longa que reviveu o personagem de Sylvester Stallone 16 anos após Rocky V.

Lançado em fevereiro deste ano, Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer já faturou mais de US$ 300 milhões e, por enquanto, fica atrás apenas de seus dois antecessores. Duro de Matar – A Vingança, lançado em 1995, conquistou US$ 366 milhões, enquanto Duro de Matar 4.0, de 2007, chegou a US$ 383 milhões.


Sem mais artigos