Um grupo de crianças e jovens com deficiência gravou um vídeo criaram a campanha “Rafinha Bastos fala para a gente” no YouTube, que entrou na rede nesta terça-feira (25).
  
A iniciativa começou após Rafinha Bastos ganhar ação, em primeira instância, movida pela Apae na disputa judicial que envolve uma piada que o humorista fez sobre a instituição e pessoas deficientes.

Em janeiro de 2012, a associação entrou com uma ação contra Rafinha e pedia 100 mil reais contra danos à sua imagem e a proibição da vendo do DVD A Arte do Insulto.

No show em questão, o comediante disse que usou uma camisinha com efeito retardante e depois precisou “internar” o seu pênis na Apae. 

O juiz Tom Alexandre Brandão, da 2ª Vara Cível de São Paulo, declarou que Rafinha “age em exercício regular de direito (liberdade de expressão e manifestação artística)” e achou “nonsense” atribuir a função de julgar tal ação ao Judiciário. 

A Apae informou, em nota, que vai recorrer à decisão do juiz.

Veja o vídeo:

 

 

Sem mais artigos