Durante uma coletiva na Television Critics Association, Marg Helbenger avisou que uma das mais antigas personagens de CSI vai se despedir da série em breve. A detetive Catherine Willows fica na equipe apenas até o final da décima-segunda temporada, que estreia nos Estados Unidos no próximo dia 21 de setembro.

A atriz explicou que já pensava em deixar o seriado há tempos, mas não conseguia. Ela contou, inclusive, que simplesmente “não conseguiu se desapegar” e por isso não saiu após a décima-primeira temporada, como havia planejado inicialmente. “Eu ainda não tinha terminado de interpretar essa personagem. Foi por isso que decidi estender (meu contrato) mais um pouco”, afirmou.

D. B. RUSSELL   

Também durante o evento foi apresentado um vídeo (assista abaixo) que mostra algumas das primeiras cenas de Ted Danson como D. B. Russell, o novo chefe dos CSI. Vindo de Portland, seu personagem será o substituto do Dr. Raymond Langston (Laurence Fishburne).

Nas imagens divulgadas, ele ajuda Nick (George Eads) a convencer um garotinho, aparentemente testemunha de um crime, a falar sobre o que viu. O menino, inicialmente calado, começa a dizer algumas palavras apenas depois que Russell faz uma brincadeira sobre uma bola de baseball invisível.

A sequência comprova as primeiras informações sobre o personagem, descrito como “mais humano” do que seu antecessor. Segundo um dos produtores executivos da série, Don McGill, Russel é “um homem familiar, que cresceu com seus pais adeptos da contra-cultura e viajou por aí com eles, que eram cantores folk”. 

A principal produtora executiva de CSI, Carol Mendelsohn, afirmou ainda que o vídeo é apenas uma indicação de que a próxima temporada será diferente. “Na última temporada estávamos perseguindo um serial killer…aquele arco terminou. Com a apresentação do nosso novo superior CSI, que tem seu próprio processo, acho que você pode dizer que teremos uma temporada mais leve”, concluiu.



Sem mais artigos