Quem não curtiu as tardes adoidado na frente da TV assistindo mil vezes ao clássico Curtindo a Vida Adoidado atire o primeiro vaso de flores ou dê o primeiro chute no nariz do Senhor Rooney.

O filme de 1986 escrito e dirigido por John Hughes (1950-2009) acaba de ser incluído no National Film Registry, órgão que escolhe filmes americanos para serem preservados pela Biblioteca do Congresso dos EUA.

Curtindo a Vida Adoidado

Cameron (Alan Ruck) e Ferris (Matthew Broderick) seguem à risca o título do filme

Todo ano a organização escolhe novos clássicos para entrarem no repertório. Este ano, além de Curtindo…, foram cerca de 25 filmes, entre eles O Bebê de Rosemary (1968, de Roman Polanski), O Resgate do Soldado Ryan (1998, de Steven Spielberg) e A Fantástica Fábrica de Chocolate (1971, de Mel Stuart).

Já são 650 filmes preservados pelo órgão, incluindo blockbusters de Hollywood, filmes mudos, indies, universitários e documentários.

Alguém duvida da relevância de Curtindo a Vida Adoidado? Estrelado por Matthew Broderick, que aos 24 anos viveu o adolescente Ferris Bueller, o filme é um clássico dos anos 80, encantou gerações e no Brasil é apontado por muitos como a reprise mais marcante da Sessão da Tarde, da Globo.

Tenha certeza disso agora:

 

Curtindo a Vida Adoidado entra para o National Film do Congresso americano

Sem mais artigos