Impossível imaginar Harry Potter com um rosto que não seja o de Daniel Radcliffe, mas isso esteve bem perto de acontecer. Segundo o ator, foi preciso muita insistência do diretor Chris Columbus para convencer os pais do menino a deixarem que ele fizesse um teste para o papel.

Columbus tinha visto Radcliffe em David Copperfield e queria de todo jeito ter o pequeno ator como protagonista de Harry Potter e a Pedra Filosofal, adaptação do primeiro livro da saga de J.K. Rowling.

O problema, porém, é que ele queria assinar logo um contrato para vários filmes, que seriam gravados nos Estados Unidos, e os pais do menino não gostaram da ideia. “Eles foram falar com meus pais e, na época, o acordo era para assinar para, acho, seis filmes, e todos seriam feitos em Los Angeles, e minha mãe e meu pai simplesmente disseram ‘ Essa é uma interrupção muito grande na vida dele. Isso não vai acontecer’”, contou Daniel Radcliffe ao Hollywood Reporter.

E se os fãs amam tanto sua participação nos filmes, tem mesmo muito a agradecer a Columbus. O diretor queria tanto o ator e foi tão insistente que conseguiu transferir as filmagens para o Reino Unido, além de prometer um contrato menor.

“Eu nem sabia que nada disso tinha acontecido. E então talvez três, quatro meses depois, o acordo tinha mudado e seriam dois filmes, e ambos seriam feitos na Inglaterra, aí eles (os pais) disseram ‘ok, deixaremos que ele faça o teste’. E foi a partir daí que tudo realmente aconteceu”, acrescentou.


RELEMBRE A HISTÓRIA DE HARRY POTTER POR MEIO DE SEUS FILMES
VEJA FOTOS DE BASTIDORES DE AS RELÍQUIAS DA MORTE
CLIQUE E VEJA FOTOS DA PREMIERE MUNDIAL EM LONDRES 
VEJA IMAGENS DA PREMIERE EM NOVA YORK 
RELEMBRE A CARREIRA DE DANIEL RADCLIFFE
RELEMBRE A CARREIRA DE EMMA WATSON
RELEMBRE A CARREIRA DE RUPERT GRINT
SAIBA O QUE O ELENCO VAI FAZER APÓS O FIM DA SAGA
VEJA FOTOS DO WIZARDING WORLD OF HARRY POTTER, O PARQUE TEMÁTICO DA SAGA

Sem mais artigos