Sete anos após a última temporada ser lançada, “Dexter” ganhará uma continuação, mas desta vez no formato de minissérie. Nesta terça-feira (14), a Showtime, emissora responsável pela série nos Estados Unidos, confirmou a produção de 10 episódios inéditos.

O projeto não estaria completa sem Michael C. Hall. O ator retornará ao papel do amado serial killer.

As filmagens devem começar em 2021 e, de acordo com o site Deadline, a Showtime deseja lançar a minissérie ainda no segundo semestre do mesmo ano.

A continuação da série já tinha sido discutida no passado e na ocasião, Hall afirmou que havia, sim, a possibilidade de retornar ao papel. Para o co-presidente da área de entretenimento da Showtime, Gary Levine, só valeria a pena reviver o personagem caso tivesse um projeto valioso em mãos. E felizmente, esse momento chegou.

“‘Dexter’ é uma série tão especial, tanto para os milhões de fãs, como para a Showtime, já que foi a produção que ajudou a colocar o canal no mapa anos atrás”, contou Levine à Deadline. “Nós iríamos revisitar esse personagem único se conseguíssemos encontrar um gancho criativo que realmente fosse digno dessa série brilhante e original. Bom, fico feliz em anunciar que Clyde Phillips [produtor executivo] e Michael C. Hall encontraram isso e mal podemos esperar para filmar e mostrar ao mundo”, finalizou.

“Dexter” teve oito temporadas e foi exibida entre 2006 e 2013. A elogiada produção recebeu diversas indicações ao Emmy Awards e ao Globo de Ouro, premiação que elegeu Hall como Melhor Ator em Série de Drama em 2010.

A série já publicou em sua página do Facebook um teaser anunciando sua volta: “ficar longe foi de matar”.

Sem mais artigos