Após incendiar a tela da TV na pela da fogosa Celeste, na minissérie Amores Roubados, a atriz Dira Paes se prepara para viver uma vilã em uma comédia com críticas à politica.

Em Saias, do diretor Gustavo Acioli, ela fará a senadora Maria Pilar, que se envolve em uma licitação escusa.

“Sou a vilã da história. A Maria Pilar é uma mulher de quinta categoria, porque é isso que penso de político que usa o cargo para enriquecimento próprio”, revelou Dira Paes à coluna TV e Lazer do jornal Extra.

“Esse personagem chegou em uma boa hora. Passo por ciclos. A Maria Pilar oferece uma outra faceta minha, como atriz, até porque é uma comédia com críticas ao cenário político brasileiro”, explicou.

São poucos e secundários os papéis masculinos no filme. As mulheres passeiam pelos corredores da Esplanada dos Ministérios, por onde passa toda a tramoia, provando que a corrupção não é uma prerrogativa masculina.

A trama de Saias narra fatos que aconteceram ao longo de 24 horas. A personagem de Dira Paes, Maria Pilar, força um encontro com a ministra Ivone Feitosa (Stella Miranda) para acompanhar de perto a licitação de um projeto chamado Brasil Brasileiro.

Aproveitando o interesse da senadora, a ministra dá um jeito de tirar uma ONG que estava prestes a ganhar o edital. Maria Pilar procura a secretária-executiva Madalena (Milena Jamel) para montar um plano que favorece outra empresa.

Madalena arma seu próprio negócio, e dá início a uma grande confusão.

Sem mais artigos