Só quem já ficou uma tarde inteira sem internet sabe o que é a maravilha da televisão brasileira nesse horário.

Listamos aqui oito elementos que todo programa da tarde que se preze deve ter:

1) Um bom barraco: 

De preferência, um que conte com a participação da apresentadora, como quando Christina Rocha brigou com uma participante de Casos de Família e nos presenteou com “sábias” frases como “Macho tem pra toda hora” e “Vai dizer que aqui é baixaria?”. 

2) Muita, muita astrologia:

Afinal de contas, todo mundo quer saber o que o alinhamento da lua de Júpiter com Netuno tem a ver com a sua alteração de humor, não é mesmo? Por isso, um especialista nesses programas é essencial.

 3) Leitura do resumo da novela:

Não importa a emissora: todo programa da tarde decente tem que ter a leitura do resumo de todas as novelas da Globo (tudo bem, às vezes rolava algumas do SBT ou da Record) E quando a gente diz leitura, é a leitura mesmo: pegar uma revista e lê-la ao vivo. 

4) Propagandas ruins de produtos que ninguém vai comprar: 

“Vamos falar de coisa boa?”. Tekpix, Cogumelo do Sol e Top Therm: como esquecer dessas pérolas da publicidade brasileira que sempre interrompiam as melhores fofocas dos programas da tarde?
 


5) Entrevista com médium:

Sempre tem um médium. Sempre. Sempre!!!

6) Começar a cozinhar do nada:

Por que não começar a cozinhar no meio do programa, do nada? Que tal o prato predileto do Michael Jackson?

 
7) Ticiane Pinheiro dançando “Quadradinho de 8”:

Isso deveria ser obrigatório em todos os programas da televisão brasileira, na verdade. Independente do horário.

8) Alfinetadas do Ronaldo Ésper:

Melhores comentários sobre os looks dos famosos e ainda probabilidade de barraco ao qualquer momento? Só com o divo Ronaldo Ésper. 



 

Sem mais artigos