Estreou nesta segunda-feira (21) a 18ª temporada do programa “The Ellen DeGeneres Show”. A data também marcou o retorno das gravações em estúdio e a primeira vez que a apresentadora Ellen DeGeneres comanda a atração após denúncias de assédio moral nos bastidores virem à tona.

Em seu primeiro monólogo, a apresentadora não fugiu do tema e assumiu responsabilidade pelos acontecimentos.

Em Julho, relatos de ex e atuais funcionários foram publicados pelo BuzzFeed. O grupo alegava que o programa tinha um ambiente de trabalho tóxico, onde a cultura do medo e da intimidação era perpetuada, e também citaram um caso de racismo. O talk show passou por uma investigação após as denúncias.

Na abertura do programa, Ellen até brincou: “se você está assistindo porque me ama, obrigada. Se está assistindo porque não me ama, bem-vindo”. Em seguida, ironizou que seu verão (inverno no hemisfério sul) foi “ótimo”.

A apresentadora então pediu desculpas para as pessoas afetadas.

“Sei que estou em uma posição de privilégio e poder, e entendo que isso traz responsabilidades, e eu assumo a responsabilidade por tudo que aconteceu em meu programa”, afirmou.

Ellen contou que “muitas conversas” aconteceram nas últimas semanas sobre a atração, o ambiente de trabalho, o que eles querem do futuro, o que levou a “mudanças necessárias. “E hoje estamos começando um novo capítulo”, disse.

As acusações de que a estrela não seria quem demonstra ser na televisão também foram citadas. Ellen é conhecida por sempre dizer “seja gentil”, mas de acordo com comentários feitos até mesmo por antigos convidados do programa, esta imagem estaria longe de ser a realidade.

Diante das alegações, a apresentadora afirmou que é a pessoas que o público assiste diariamente, no entanto, completou: “também sou muitas outras coisas. Às vezes estou triste, brava, ansiosa, fico frustrada, impaciente e estou trabalhando nisso. Sou um trabalho em progresso”.

Apesar de já ter trabalhado como atriz, afirmou que não atua tão bem a ponto de enganar os telespectadores há 17 anos. “Esta sou eu e minha intenção é sempre ser a melhor pessoa que posso ser. E se já decepcionei ou magoei alguém, sinto muito por isso.”

Após as investigações de assédio moral, três produtores executivos deixaram o programa: Ed Glavin, Kevin Leman and Jonathan Norman. E nesta segunda-feira, Ellen anunciou que o DJ Stephen “tWitch” Boss se tornou um dos coprodutores executivos.

Sem mais artigos