Após descobrir que Paulinha (Klara Castanho) é sua filha, Paloma (Paolla Oliveira) decidiu guardar segredo. Acontece que, após a cirurgia das duas, a menina começa a ter complicações, e é transferida para a UTI.

Em seu quarto, a mãe biológica fica sabendo da situação da garota e fica desesperada. César (Antonio Fagundes) pede para os enfermeiros sedarem a filha, e para isso, a equipe é obrigada a amarrar a pediatra à cama.

Sem saber de nada, Ninho (Juliano Cazarré) aparece para fazer uma visita e se depara com a cena. Ele abre o coração para a melhor amiga da médica, Amarilys (Danielle Winits): “Eu sempre tive horror de prisões… Ver a Paloma praticamente amarrada… Dói aqui”, diz o artista, com a mão no peito.

Ele aproveita para tentar saber por que todos estão preocupados com Paulinha, e a loira responde: “Quando a Paloma estiver bem, ela conversa com você… Esse é um assunto de vocês dois”.

Ninho junta  as peças, e percebe que a menina pode ser, de fato, sua filha desaparecida: “De repente pintou uma ideia maluca na minha cabeça. Mas… É impossível”. Ele fica observando a menina pelo vidro, e se emociona com a possibilidade.

Em pouco tempo surge Bruno (Malvino Salvador), que vai logo tirando satisfações: “O que você está fazendo aqui? Pra que veio ver a minha filha?”

Em Amor à Vida, Ninho chora ao desconfiar que Paulinha é sua filha perdida

Sem mais artigos