Não bastasse o resultado da audiência, que decreta a cassação de sua licença de advogado, ao chegar em casa Sarmento (Tato Gabus Mendes) ainda precisa enfrentar a fúria da mulher, Sônia (Alexandra Richter) em Cheias de Charme.

Ao receber a notícia, a madame não se preocupa nem um pouco com o marido e pensa apenas no vexame que vai passar perante a sociedade. “Proibido de advogar! Como um… pária, um criminoso. Que vergonha, Ernani Sarmento, quê que eu vou dizer agora quando perguntarem a profissão do meu marido? Ex-advogado?!”, se revolta.

E o discurso vai além, com acusações sobre a perda do respeito das amigas, do prestígio e até mesmo da Galerie. No auge das críticas, Sônia acusa o marido de ter jogado a vida dela no lixo.

Enquanto isso, Sarmento só consegue se lamentar. “Eu não sei fazer nada a não ser advogar. Agora… não sei o que eu vou fazer. O que eu vou fazer do resto da minha vida. Não sei mais nem quem eu sou, sem uma causa pra defender, um juiz a quem convencer. Não sei que pessoa eu virei, agora…”, reflete. 


Sem mais artigos