Sandra Bullock revelou que passava por uma crise pessoal antes de aceitar o papel de protagonista em Gravidade, novo filme de Alfonso Cuarón que foi amplamente elogiado pela crítica. Sua atuação no longa-metragem, que estreou no Festival de Cinema de Veneza, tem sido destacada pela crítica especializada como a melhor de sua carreira. 

“Eu não queria trabalhar naquela época”, revelou a atriz ao site The Hollywood Reporter. Sandra passava, em 2010, por uma conturbada – e muito divulgada pela mídia – separação do então marido Jesse James, com quem foi casada por seis anos e adotou um filho.

Ela havia negado dezenas de ofertas de trabalho após ter levado o Oscar de Melhor Atriz pelo filme Um Sonho Possível. O diretor foi pessoalmente até a casa de Sandra, em Austin, no Texas, para fazer a proposta. “Não falamos de espaço ou tecnologia. Só de sentimentos. Este tema de adversidade era algo novo para ela. Passamos uma noite inteira discutindo como pode mudar sua vida”, explicou.

Sandra revelou ainda que não estava certa de início. “Ao fim da reunião, não tinha certeza se poderia fazer um projeto assim […] Mas como eu poderia jogar fora essa oportunidade única”, questionou.

Sem mais artigos