Depois de enfrentar a fúria – e levar um tapa – de Tereza Cristina (Christiane Torloni) por ter falhado na tentativa de matar Marcela (Suzana Pires), Ferdinand (Carlos Machado) se oferece para “terminar o serviço” e garante à patroa que irá entrar no hospital e acabar de vez com a jornalista.

Inicialmente, a própria Tereza não acredita no plano. “Você não tem como entrar na UTI do hospital sem despertar suspeitas”, afirma, durante seu encontro com o segurança. Ela então planeja ir por conta própria fazer uma visita, já que supostamente é amiga da vítima.

Mas, disposto a cumprir o que prometeu, Ferdinand garante que vai resolver tudo. Ele vai ao hospital e chega até a porta da CTI. Pensando que não há ninguém por perto, pensa alto, como se estivesse falando com Marcela: “Hora de subir para o andar de cima”.

Nesse momento ele é interrompido por uma enfermeira que passa e diz “A escada para o andar de cima não é aí, senhor”. Apesar do susto, porém, ele consegue pensar rápido e inventa uma desculpa. “Eu me confundi com os andares. Estou procurando uma prima que sofreu um acidente de moto”, diz.

Quando a funcionária esclarece que ali é a ala de baleados e informa que ele precisa consultar a recepção sobre as regras para visitas naquele setor, Ferdinand ainda agradece. “Peço mil desculpas. Ela é uma prima muito chegada. Parente acidentado tira o juízo da gente. Vou me informar melhor”, disfarça.


Sem mais artigos