Em meio à seca que ameaça as plantações de cacau e a greve das quengas, a vida dos coronéis vai ficar ainda mais complicada em Gabriela. No capítulo desta terça (3), Mundinho Falcão (Mateus Solano) chega a Ilhéus e logo de cara bate de frente com os poderosos da cidade.

 

O rico exportador vai chegar do Rio de Janeiro de barco, já que o navio que o transportava encalha no porto local. E vai encontrar o médico Pelópidas (Ilya São Paulo) e o jornalista Douglas (Jackson Costa) à sua espera.

Ao desembarcar, Mundinho apresenta seus acompanhantes, o mágico Príncipe Sandra (Emílio Orciolo) e a esposa e assistente dele, a bailarina Anabela (Bruna Linzmeyer): “Muito gosto. Este é um casal de artistas da melhor categoria, que eu trouxe pra abrilhantar a vida cultural de Ilhéus”.

Mas, sem perder muito tempo com formalidades, Pelópidas é bastante direto em seu discurso. “Doutor Mundinho, na verdade temos urgência em falar com o senhor. Sendo mais que sincero, o destino de Ilhéus está em suas mãos”, adianta.

É então que ele e Douglas explicam que a cidade está nas mãos dos coronéis e contam um pouco do que estes fazem na política. 

Para alegria dos dois, a reação de Mundinho é imediata: “Mas o meu sonho é maior que o dinheiro, seu Douglas. Quero deixar a minha marca nesse mundo. Aceito ser líder da oposição! Vou acabar com o poder do coronel Ramiro. Eu vou trazer o progresso a Ilhéus!”, decide o recém-chegado.


Sem mais artigos